Para quem semeia na terra fértil do corpo

.Temas do Prof.

. Ambição

. O Caminho

. Cortar Lenha

. De Passagem

. A lenda do monge e do esc...

. Talvez ...

. Defeito ou qualidade?

. Oásis

. A Lagosta

. Estados de Espírito

. Compreender Metáforas 

. Baralho

. A Verdadeira Fé

. Síndroma do 100º Macaco

. O Fazendeiro, o Filho e o...

. Sempre foi assim

. O leão que pensava que er...

. Porcos Assados

. Capacidade

. Lixo

. Corrida de Sapos

. A Carroça

. Svetlana

. Injustiçado

. Flores Raras

. Palestra

. A Rosa

. Restaurante

. A prisão da Raiva

. Nasrudin e o Varal

. Espinho Alheio

. A última casa

. Conto Árabe sobre os Sonh...

. Milho Bom

. Construa Pontes

. Peixes

. O monge mordido

. O Cão e o Osso

. O pão

. Conto Judaico

. A Rosa

. Furo no Pneu

. A Rocha

. O sábio samurai

. A águia que foi criada co...

. A Montanha

. Flores no túmulo

. Não fica nada

. De onde vem o som do sino

. Apego

.Visite a página do Yoga de Leiria

http://www.yogadeleiria.pt/
Quinta-feira, 3 de Julho de 2014

Svetlana

Desde pequena Svetlana só tinha conhecido uma paixão: dançar e sonhar em ser uma Grande Balharina do Ballet Bolshoi. Seus pais tinham desistido de lhe exigir empenho em qualquer outra actividade. Os rapazes que a procuram já se tinham resignado: o coração de Svetlana batia somente para uma paixão e tudo o mais era sacrificado pelo dia em que se tornaria bailarina do Bolshoi.

Um dia, Svetlana teve sua grande oportunidade. Conseguira uma audiência com Sergei Davidovitch, Ballet Master do Bolshoi, que estava a seleccionar aspirantes para a Companhia. Dançou como se fosse seu último dia na Terra. Colocou tudo que sentia e que aprendera em cada movimento, como se uma vida inteira pudesse ser contada em um único compasso. Ao final, aproximou-se do Master e perguntou-lhe:

"Então, o senhor acha que eu me posso tornar uma Grande Balharina?"

Na longa viagem de volta à sua aldeia, Svetlana, por entre as lágrimas, imaginou que nunca mais aquele "Não" deixaria de reverberar em sua mente. Passaram-se meses até que pudesse novamente calçar uma sapatilha. Ou fazer os seu exercícios de alongamento frente ao espelho. Dez anos mais tarde Svetlana, já estimada professora de ballet, ganhou coragem e foi à representação anual do Bolshoi da sua região. Sentou-se à frente da plateia e notou que o Sr. Davidovitch ainda era o Ballet Master. Após o concerto, aproximou-se do cavalheiro e contou-lhe o quanto ela queria ter sido bailarina do Bolshoi e como lhe doera, anos atrás, ouvi-lo dizer que ela não seria capaz.

- Mas minha filha, eu digo isso a todas as aspirantes - respondeu o Sr. Davidovitch

- Como é que o senhor conseguiu cometer uma injustiça dessas? Eu dediquei toda a minha vida! Todos me diziam que tinha dom. Eu poderia ter sido uma Grande Balharina se não fosse o desdém com que o senhor me avaliou!

Havia solidariedade e compreensão na voz do Master, mas ele não hesitou ao responder:

- Perdoe-me, minha filha, mas você nunca poderia ter sido suficiente grande, se foi capaz de abandonar o seu sonho pela opinião de outra pessoa.


publicado por Yoga Leiria às 14:20

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Visitas

.subscrever feeds