Para quem semeia na terra fértil do corpo

.Temas do Prof.

. Ambição

. O Caminho

. Cortar Lenha

. De Passagem

. A lenda do monge e do esc...

. Talvez ...

. Defeito ou qualidade?

. Oásis

. A Lagosta

. Estados de Espírito

. Compreender Metáforas 

. Baralho

. A Verdadeira Fé

. Síndroma do 100º Macaco

. O Fazendeiro, o Filho e o...

. Sempre foi assim

. O leão que pensava que er...

. Porcos Assados

. Capacidade

. Lixo

. Corrida de Sapos

. A Carroça

. Svetlana

. Injustiçado

. Flores Raras

. Palestra

. A Rosa

. Restaurante

. A prisão da Raiva

. Nasrudin e o Varal

. Espinho Alheio

. A última casa

. Conto Árabe sobre os Sonh...

. Milho Bom

. Construa Pontes

. Peixes

. O monge mordido

. O Cão e o Osso

. O pão

. Conto Judaico

. A Rosa

. Furo no Pneu

. A Rocha

. O sábio samurai

. A águia que foi criada co...

. A Montanha

. Flores no túmulo

. Não fica nada

. De onde vem o som do sino

. Apego

.Visite a página do Yoga de Leiria

http://www.yogadeleiria.pt/
Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

O pão que caiu com o lado errado

 

A nossa tendência é para acreditar na famosa «lei de Murphy»: tudo o que fazemos tende sempre a dar errado. Jean Claude Carriére conta uma história interessante a este respeito:
«Um homem tomava despreocupadamente o seu pequeno--almoço. De repente, o pão onde acabara de pôr manteiga caiu ao chão.
Qual não foi a sua surpresa quando, ao olhar para baixo, viu que a parte onde tinha posto a manteiga estava virada para cima! O homem achou que tinha presenciado um milagre; animado, foi conversar com os seus amigos sobre o que tinha acontecido, e to­dos ficaram surpreendidos, porque o pão, quando cai no chão, fica sempre com a parte da manteiga virada para baixo, a sujar tudo.
– Talvez sejas um santo – disse um. – E estás a receber um sinal de Deus.
A história correu logo pela pequena aldeia, e todos se puse­ram a discutir animadamente o que acontecera: como é que, contrariando tudo o que se dizia, o pão daquele homem tinha caído no chão daquela maneira? Como ninguém conseguia en­contrar uma resposta adequada, foram procurar um Mestre que morava nas redondezas, e contaram-lhe a história.
O Mestre pediu-lhes uma noite para rezar, reflectir, pedir inspiração divina. No dia seguinte, foram todos ter com ele, ansiosos por uma resposta.
– A solução é muito simples – disse o Mestre. – Na verdade, o pão caiu no chão exactamente como devia cair; a manteiga é que tinha sido posta do lado errado.»

publicado por Yoga Leiria às 10:12

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Visitas

.subscrever feeds