Para quem semeia na terra fértil do corpo

.Temas do Prof.

. Ambição

. O Caminho

. Cortar Lenha

. De Passagem

. A lenda do monge e do esc...

. Talvez ...

. Defeito ou qualidade?

. Oásis

. A Lagosta

. Estados de Espírito

. Compreender Metáforas 

. Baralho

. A Verdadeira Fé

. Síndroma do 100º Macaco

. O Fazendeiro, o Filho e o...

. Sempre foi assim

. O leão que pensava que er...

. Porcos Assados

. Capacidade

. Lixo

. Corrida de Sapos

. A Carroça

. Svetlana

. Injustiçado

. Flores Raras

. Palestra

. A Rosa

. Restaurante

. A prisão da Raiva

. Nasrudin e o Varal

. Espinho Alheio

. A última casa

. Conto Árabe sobre os Sonh...

. Milho Bom

. Construa Pontes

. Peixes

. O monge mordido

. O Cão e o Osso

. O pão

. Conto Judaico

. A Rosa

. Furo no Pneu

. A Rocha

. O sábio samurai

. A águia que foi criada co...

. A Montanha

. Flores no túmulo

. Não fica nada

. De onde vem o som do sino

. Apego

.Visite a página do Yoga de Leiria

http://www.yogadeleiria.pt/
Domingo, 6 de Julho de 2008

Onde deixaste a tua bicicleta

 

O pároco está muito preocupado: “escuta disse para o seu sacristão; “alguém roubou a minha bicicleta.”

“por onde andou com ela, senhor Prior?”, perguntou aquele notável.

“Apenas pela paróquia, nas minhas visitas.”

O sacristão sugeriu que o melhor planos seria que o pároco dirigisse o sermão dominical par os dez mandamentos. “Quando chegar ao `não roubarás, você e eu observaremos as caras – depressa descobriremos.”

Chegou ao domingo, o prior começou a discursar fluentemente sobre os mandamentos, depois perdeu o fio a meada, mudou de assunto e desconversou.

“Senhor, disse o sacristão, “pensei que fosse falar...”

“Bem sei, Giles, bem sei, mas acontece que quando cheguei ao mandamento: `não cometerá adultérios, lembrei-me subitamente onde tinha deixado a minha bicicleta.” 


publicado por Yoga Leiria às 19:35

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.Visitas

.subscrever feeds